Já pulei de paraquedas…

Já escalei o Everest e quase cheguei ao topo do monte Fuji. Já viajei num ônibus pelo Brasil todo e voltei de carona. Já trabalhei como roadie de um baterista e já toquei axé na Bahia.

É tudo de mentira, mas tem umas coisas aqui que são verdade e que são difíceis de acreditar.

 

Anúncios
Painel 1

– Eu mal posso esperar pra te conhecer. Conhecer de verdade – ela me disse numa das nossas ligações pelo FaceTime.

Não dava mais pra esperar. Pedi férias, comprei as passagens e fui.

Conheça uma história de amor que se passou em uma roadtrip de 7 dias nos Estados Unidos.

Aventura na América – Todas as quartas-feiras, às 8:30PM
Acompanhe clicando aqui.

Painel 2

Fui parar no deserto mais árido do planeta. Sozinho.

Talvez, no fim das contas, eu não estivésse tão sozinho assim. Quer saber como eu sobrevivi?

Os imprevistos de um brasileiro comum num lugar não tão comum.

Aventura no Atacama – Confira a série completa aqui.

Painel 3

Vamos juntos?

Veja o que a galera que já embarcou na nossa aventura tá achando da paisagem.

Já tá junto com a gente? Clica aqui pra contar sua história também!

Como um cara, que eu só vi UMA vez na vida, durante CINCO segundos, conseguiu a proeza de me cativar tanto com suas histórias? Não estava dando muita confiança até ler a primeira parte da série Aventura na América… Caio, você mexeu com algo bem perigoso!
A história de uma das pessoas que eu mais amo nesse mundo, junto com um cara SUPER daora (que agora faz parte do grupo de pessoas que eu mais amo), em uma roadtrip, nos States. Tem como não gostar?
A partir disso meus caros, foi uma estrada sem volta! Li absolutamente todos os textos que esse blog possui, dei zoom em todas as fotos, recitei as histórias para vários amigos e continuo na rota junto com eles, porque é assim que o Caio nos faz sentir… Que estamos juntos, não importa se é no banco de trás de um Corolla vinho ou no carona de uma bike velha. Estamos sempre juntos com você! ❤

Laura Munhoz | Estudante

Eu amo ouvir histórias. Eu amo mais ainda quando são histórias que assumem publicamente o amor num mundo onde estamos tão desesperados por afirmar nosso independência dos outros. Eu amo quando as fotos traduzem nos gestos e nos olhares o que de fato se registra com a câmera, porque não é só de uma viagem e seus percalços que leio aqui. Leio sobre a grandeza do encontro, que por acaso se deu no canyon, leio sobre leveza do afeto, por acaso foi no pier, leio sobre expectativa da presença e havia um aeroporto que o propiciou, leio sobre como um coração quase saiu “pela boca” para falar de sua alegria e ainda haviam cidades a percorrer.
Tomara que você e a Paula continuem sem medo de assumir tudo isso num mundo onde é “feio” fazer declarações de amor. Continuem sem medo de pagar o que precise custar e percorrer as distâncias para tudo isso. Porque Caio, isso “contamina” para o bem em doses sistemáticas e por capítulos! Beijo enorme, poetinha. A direção está correta!

Eva Tralba | Designer de Interiores e Paisagista

Panel 4 Placeholder